Conservação das roupas – armazenamento

20 nov

Continuando a série de posts sobre os cuidados na conservação das roupas (já viu o lavar e passar?), falemos sobre o melhor jeito de guardar as peças.

Espaço

É o princípio básico do bom armazenamento. Se você não tem espaço suficiente para todas as suas roupas, é sinal que tem mais roupas do que deveria. Toda peça merece ser guardada com dignidade, sem ficar apertada na gaveta ou dividindo o cabide com outros 5 itens.

Comece com uma boa faxina no guarda-roupa e, é claro, compre menos para garantir a manutenção desse resultado.

Organização

Gavetas

Gavetas são boas para guardar peças menores que precisam ser dobradas. Uma boa dica é organizá-las por tipo de roupa: gaveta de regatinhas, de manga curta, de manga longa… E dentro delas alinhar bem as pilhas, para não se misturarem. Cada um tem sua preferência na hora de dobrar roupas. O jeito “loja” é popular pelo resultado mais arrumadinho, mas eu concordo com a Fê e dobro do jeito que amassa menos, dobrando ao meio na vertical. Tem ainda um terceiro jeito, o menos arrumado de todos, mas que funciona na pressa. Olha o esqueminha:

como dobrar camisetas (e outras roupas) - cordecravo.com.br

As gavetas de meias e calcinhas funcionam melhor com divisórias, nas quais podem sem guardadas como rolinhos. Senão, devem ser dobradas com cuidado:  as calcinhas em forma de envelope, e as meias unidas pela  abertura e dobradas em três (a famosa bolinha de meia pode afrouxar o elástico).

como dobrar meias e calcinhas - cordecravo.com.br

Prateleiras

A prateleira é o local ideal para guardar peças volumosas que podem ser dobradas. É o caso das calças jeans (ou de algodão, sarja e outros tecidos grossos), e dos tricôs – que jamais devem ser pendurados. Os tricôs deformam e desfiam com muita facilidade – se for o caso, coloque uma folha de papel de seda entre as peças dobradas para proteger do contato com zíperes e outros detalhes pontudos.

Cabides

Vale a pena investir em bons cabides. Aqueles fininhos, de plástico ou metal, certamente vão se deformar, ou deformar as roupas com o tempo. Prefira os mais estruturados (de madeira ou plástico), que se aproximam do formato dos ombros.

Os casacos, blazers  e jaquetas merecem os cabides mais robustos. Camisas, vestidos e blusas mais soltinhas devem ser pendurados para não amassar – desde que não tenham elasticidade! Qualquer tecido que estica acaba se deformando com o próprio peso; não corra o risco de ficar com uma peça esticada e com marcas nos ombros.

Os cabides com prendedor (ou grampo) teoricamente servem para calças, saias e blusas tomara-que-caia e frente-única. Mas nem todo tecido é apropriado para isso – tecidos molinhos, principalmente viscoses, ficam com a “mordidinha” marcada com muita facilidade.

Na dúvida, dobre ao meio e utilize a barra do cabide – isso serve para todas essas peças que amassam ao dobrar, e deformam ao pendurar do jeito convencional. Os calceiros têm a mesma função. Só evite cabides triplos, pois apesar de economizar espaço, é muito difícil tirar uma peça sem desarrumar as outras.

Capas

As capas protegem da luz e do pó as roupas que não são utilizadas com muita frequência. As ideais são feitas de tecido, para permitir ventilação; as de plástico podem abafar e causar mofo e mau cheiro.

Práticas ecológicas ao guardar as roupas

Reaproveite fronhas como capas. Fronhas antigas podem servir como capa de proteção para as roupas menores no cabide. É só fazer um buraquinho para passar o gancho do cabide.

Utilize aromatizadores. Sprays ou sachês com aroma suave impedem que as roupas fiquem com “cheiro de guardado” e precisem ser lavadas, mesmo limpas.

Reaproveite embalagens de papelão para fazer divisórias. Não precisa de MDF – um papelão mais reforçado é suficiente para gradear as gavetas. Fiz um esqueminha para mostrar como é simples – preview ali embaixo e em .pdf para baixar aqui.

como fazer divisorias de gaveta em papelao - cordecravo.com.br

Anúncios

3 Respostas to “Conservação das roupas – armazenamento”

  1. Karina 21 de novembro de 2009 às 12:19 #

    Estou acompanhando toda essa série de posts sobre conservação de roupas e uma coisa me chamou muita atenção… Nunca imaginei que o jeito de guardar as roupas pudesse ter alguma relação com o ambiente…
    Gostaria de te parabenizar por esse olhar tão aguçado que mostra que a sustentabilidade pode estar realmente nas pequenas atitudes de cada dia.
    Beijos, Karina

    • daniele 23 de novembro de 2009 às 6:50 #

      Obrigada, Karina! Que bom saber que estou conseguindo transmitir essa idéia. Porque tem que ser assim, né – na prática, no dia a dia.
      Um beijo, Danie.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: